Alpha Omega Tecnologia

Brasil anuncia escopo de dados para fase final do Open Banking

Estrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativaEstrela inativa
 

A conclusão do roll-out em dezembro marcará o início da migração para o Open Finance no país.


O Banco Central do Brasil divulgou o escopo mínimo de dados para a fase final de implantação do Open Banking no país.

A implementação do Open Banking começou no Brasil em fevereiro de 2021 como parte de uma agenda de modernização mais ampla para o setor de serviços financeiros. De acordo com o modelo, os consumidores têm o direito de acessar seus dados financeiros mantidos por instituições por meio de interfaces de programação de aplicativos (APIs) e autorizar o uso desses dados por terceiros em seu benefício.

Anunciada hoje (9), o escopo da quarta etapa do roll-out de Open Banking abrange dados sobre serviços financeiros como câmbio, investimentos, credenciamento, seguros e previdência. O início da implantação dessa fase está previsto para 15 de dezembro.

Nessa altura, as instituições participantes serão obrigadas a tornar públicas as informações sobre os produtos e serviços que oferecem no âmbito da quarta fase.

Com a introdução da quarta e última etapa do Open Banking, as instituições financeiras brasileiras passarão a compartilhar um conjunto de informações que vai além dos produtos e serviços bancários tradicionais.

Segundo o Banco Central, a conclusão do roll-out do Open Banking "marca o início da migração para o Open Finance".

O conceito de Open Finance leva o Open Banking mais longe, prometendo proporcionar aos consumidores maior acesso e controle sobre o uso de seus dados pessoais. A competição é estimulada ao permitir que os usuários comparem e troquem de provedores de serviços, enquanto as empresas têm mais recursos de dados para poder fornecer serviços mais personalizados.

No mês passado, o Banco Central do Brasil anunciou que a implantação da terceira fase da iniciativa passaria para 29 de outubro da data originalmente prevista para 30 de agosto. A decisão de alterar os cronogramas se deu em função da necessidade de ajustes nas especificações técnicas, A instituição argumentou, dizendo que esses ajustes comprometeram o prazo para a realização de testes para a certificação das organizações participantes.

 

Fonte: ZDNet

Tags:

Cadastre seu email e fique por dentro do munda da tecnologia